Pronomes: Saiba tudo sobre pronomes, tipos, exemplos exercícios

Pronome é todo termo que faz referência a um nome ou pode ser utilizado em seu lugar, de modo a caracteriza-lo de diferentes formas, garantindo suas individualidades.

Por isso, os pronomes ganham sentido justamente quanto estão relacionados às palavras.

A partir disso, entende-se que a utilização de um pronome sempre estará ligada a um conceito, uma causa, o contexto da frase em questão.

Por esse motivo, os pronomes podem se dividir entre diferentes tipos como por exemplo: pessoais, possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos, indefinidos.

Pronomes: Saiba tudo sobre pronomes, tipos, exemplos exercícios
Imagem: Freepik.com.


Pronomes Pessoais

Os pronomes pessoais refletem exatamente a definição que diz que os pronomes podem substituir as pessoas no discurso ou fazer referência a elas. Esse tipo de pronome são sem dúvida os mais comuns por se tratarem da primeira, segunda e terceira pessoa.




Os pronomes pessoais podem ser:

  • Retos (eu, tu, ele, ela, nós,vós, eles)
  • Oblíquos átonos (me, te, o, a, se, lhe, nos, vos, os, as, se, lhes
  • Oblíquos tônicos (mim, comigo, ti, contigo, ele, ela, si, nós, conosco, vós, convosco, eles, elas, si).

Exemplos:

  • Nós compramos o bolo de aniversário ontem. (pronome pessoal reto)
  • Fingimos não lhe convidar para a surpresa. (pronome pessoal oblíquo átono)
  • Pode cortar um pedaço para mim? (pronome pessoal oblíquo tônico)

Pronomes Possessivos

Se cabe aos pronomes pessoais a função de fazer referência às pessoas, a função dos pronomes possessivos é de fazer referência às posses das pessoas. Por definição, são os de mais fácil compreensão.

Os pronomes possessivos têm flexão quanto à pessoa e o gênero. Como por exemplo: meu, meus, minha, minhas, teu, teus, tua, tuas, seu, seus, sua, suas, nosso, nossos, nossa, nossas, vosso, vossos, vossa e vossas.

Exemplo:

  • Não tive tempo de corrigir seu caderno. (pronome possessivo da 3ª pessoa do singular)
  • Que tal se você estudar a matéria pela minha revisão? (pronome possessivo da 1ª pessoa do singular)
  • Nossos pais não quiseram renovar a matrícula. (pronome possessivo da 1ª pessoa do plural)

Pronomes Demonstrativos

Diferente dos pronomes possessivos, os demonstrativos podem ser encontrados também em formas invariáveis, servindo para diferentes formas. Sua função principal é de dar a referência da pessoa, de modo a localiza-la temporal ou especialmente.

Quando o espaço é perto e o tempo presente suas funções variáveis são este(s), estas(s) e na invariável é isto.

No caso de um espaço médio de distância e tempo passado ou algo que está prestes a acontecer, utilizasse na forma variável esse(s), essa(s) e na invariável isso.

Caso a distância seja longa e o passado também, utiliza-se na forma variável aquele(s), aquela(s) e na invariável aquilo.

Exemplos:

  • Qual a necessidade de retornar aquele assunto?
  • Este é o tipo de coisa que acontece quando ele se exalta.
  • Era essa camisa que você queria?

Pronomes Interrogativos

São fáceis de entender por que são exatamente o que sua denominação sugere, componentes de uma oração interrogativa.

Eles podem se referir a uma pessoa, a uma coisa ou a quantidade de algo, por exemplo: que quem, qual, quais, quanta, quanto, quantas, quantos.

Exemplo:

  • Quem prometeu a viagem?
  • Ela disse que seria depois do carnaval.
  • Quantas malas você pretende levar?
  • Quanto mesmo foi a passagem?

Pronomes Relativos

Os pronomes relativos são aparentemente mais complexos e tratados pelas pessoas como mais difíceis, quando na verdade tem uma definição bem compreensível. Eles têm como função a de unir partes de uma mesma frase num único contexto.

Exemplo:

  • O filho, que nunca ajudou em casa, decidiu se mudar.
  • Essa é a história a qual eu contei.


Pronomes Indefinidos

São os pronomes que fazem referência à uma pessoa ou um grupo de forma mais genérica, sem especificar algo, literalmente indefinido. Embora algumas vezes sejam termos abrangentes, podem ser variáveis ou invariáveis.

Exemplo:

  • Quem chegou de madrugada ontem?
  • Ninguém quis repetir a dose.
  • Cada um sabe de si.


Questões Comentadas sobre pronomes

1) Determine que tipo de pronome está sendo utilizado na seguinte oração: Eu não queria nada que não fosse meu desde a última confusão.

a) Pronome Relativo
b) Pronome Indefinido
c) Pronome Possessivo
d) Pronome Demonstrativo

Resposta Correta: Letra C

A frase faz referência ao meu, algo que indica ser de posse da primeira pessoa do plural, a pessoa quem está falando na oração.

2) Determine que tipo de pronome está sendo utilizado na seguinte oração: Ela afirmava ter tantos amigos e para surpresa geral ninguém apareceu no dia do seu aniversário.

a) Pronome Relativo
b) Pronome Indefinido
c) Pronome Interrogativo
d) Pronome Demonstrativo

Resposta Certa: Letra B

Nesse caso, ninguém se refere a um grupo indefinido de nenhuma pessoa em particular ou nenhumas pessoas.


A qual, nesse caso, se relaciona com a palavra história de modo a conecta-la e enfatiza-la na frase.

3) Assinale a alternativa com o uso correto de um pronome pessoal oblíquo tônico.

a) No final ficou tudo para mim fazer.
b) Eles nunca deram nada por mim.
c) Coube a mim praticar o exercício até entender.
d) Você sabe o que ficou para mim escolher?

Resposta Correta: Letra B

Por mais que para uns pareça óbvio, muitas pessoas têm dúvida quanto ao uso do “mim”. A melhor dica é a frase que diz “mim não conjuga verbo”, isso quer dizer que esse pronome jamais será usado antes de um verbo no infinitivo, como acontece nas alternativas a, c e d.

4) Complete a sentença preenchendo as lacunas de maneira correta:

“Se é para ____ dizer o que penso, creio que essa história deva ficar entre ____ e ____.”

a) Mim, eu, tu.
b) Mim, tu, eu.
c) Eu, mim, tu.
d) Eu, tu, mim.
e) Eu, eu, tu.

Resposta Correta: Letra C

Como comentado na questão anterior, o pronome “mim” não pode ser utilizado antes de verbo no infinitivo. Com essa informação já é possível descartar as letras c, d e e. Além disso, outra dica importante é que se há regra para o não uso do “mim”, também há para seu uso. Uma delas é que ele pode ser utilizado após o entre.

Dessa forma, considerando também o sentido da frase que não pode ser perdido, a alternativa correta seria a de letra C, deixando a frase da seguinte forma:
Se é para eu dizer o que penso, creio que essa história deva ficar entre mim e tu.
Espero que tenha conseguido entender um pouco sobre pronomes e os seus diversos tipos, em outras postagens vamos falar de cada tipo individualmente. Agora que tal participar de uma aula online sobre este e outros assuntos de português? Acesse o link abaixo👇:

Aulão online de Português

Share on Google Plus

About Madson

Blog destinado para todos que querem aprender de forma fácil e prática a nossa tão amada e odiada língua portuguesa. Aqui você tira suas principais dúvidas ortograficas.

1 comentários:

  1. Essa frase está correta? " Senhor obrigada PELAS bênção "
    Por favor me respondam estou na duvida

    ResponderExcluir

- Os comentários deste blog são todos moderados;
- Escreva apenas o que for referente ao tema;
- Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
- Identifique-se.