Nacionalidade ou Naturalidade? Qual a diferença

Nacionalidade ou Naturalidade, você provavelmente já se deparou com essas palavras. Porém, muitas pessoas não sabem o significado das mesmas ou mesmo a diferença entre elas.

Se você é uma dessas pessoas, não precisa se preocupar. Ao final desse artigo todas as suas dúvidas estarão esclarecidas. 

Portanto, se você quer saber o significado ou quando usar corretamente os termos "nacionalidade ou naturalidade", continue a leitura! 

Você pode gostar de ler também:

Nacionalidade ou Naturalidade?

Nacionalidade ou naturalidade são termos muito utilizados em documentos de identificação, fichas de inscrição, currículos, alguns formulários etc.

Apesar dessas palavras terem significados parecidos, são distintos. 

A principal diferença entre elas é que a nacionalidade se refere ao país de nascimento de uma pessoa ou onde se conseguiu cidadania, enquanto naturalidade se refere a cidade e Estado de nascimento.

Explicaremos melhor nos próximos tópicos, confira!

O que é nacionalidade?

A palavra "nacionalidade" se refere, como foi dito acima, ao país de origem de um indivíduo ou a condição de cidadania, nesse caso, a pessoa terá duas nacionalidades.

Em alguns países, é possível também, conseguir a nacionalidade se o indivíduo viver um determinado tempo nele.

No Brasil, por exemplo, caso um estrangeiro tenha vivido mais de 15 anos de forma contínua no país, ele pode reivindicar a nacionalidade.

Exemplos de nacionalidade:

  • Brasileiro;
  • Português;
  • Espanhol;
  • Mexicano;
  • Peruano;
  • Chileno;
  • Americano;
  • Etíope;
  • Etc.

O que é naturalidade?

A palavra "naturalidade" significa o local de nascimento de uma pessoa dentro do país de origem (cidade, município, estado).

Provavelmente você já ouviu a expressão: "tal pessoa é natural de tal lugar", se referindo à cidade de origem da pessoa em questão.

Diferente da nacionalidade, uma pessoa só pode ter uma naturalidade.

Além de se referir ao lugar dentro do país em que a pessoa nasceu, o termo também é utilizado para indicar a origem de coisas, por exemplo: "Essa cachaça é natural de Minas".

Exemplos de naturalidade:

  • Salvador, Bahia;
  • Guarulhos, São Paulo;
  • Belo Horizonte, Minhas Gerais;
  • Manaus, Amazonas;
Muito simples não é? Saber a diferença e o significado desses termos ajuda muito em várias situações do dia a dia que exigem essas informações, como o preenchimento de um formulário ou numa redação, por exemplo.

Agora você não terá mais nenhuma dificuldade quando o assunto for nacionalidade ou naturalidade.

Esse artigo foi útil? Compartilhe com seus amigos.

Ficou com alguma dúvida sobre nacionalidade ou naturalidade? Deixe nos comentários.  

Share on Google Plus

About Pâmella Fernandes

Blog destinado para todos que querem aprender de forma fácil e prática a nossa tão amada e odiada língua portuguesa. Aqui você tira suas principais dúvidas ortograficas.

0 comentários:

Postar um comentário

- Os comentários deste blog são todos moderados;
- Escreva apenas o que for referente ao tema;
- Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
- Identifique-se.