Saudade ou saudades?

Saudade ou saudades é uma daquelas perguntas que, mesmo depois de horas de debate, parece permanecer sem resposta.

Cada uma das pessoas envolvidas na discussão apresenta opiniões sobre o que cerca esse assunto, isto é, a existência e acerto do plural de saudade.


Saudade só existe na língua portuguesa?


Antes de qualquer explicação e possível solução para essa dúvida, há outra questão célere para ser resolvida: saudade é uma palavra que só existe na língua portuguesa.

Se você já ouviu isso em algum lugar e decidiu concordar, corrija. Afinal, por mais que tenha diversos pontos de vista, essa afirmação é falsa.

Acontece que a definição de saudade em português é mais estrita que em outros idiomas, mas isso não significa que não há palavras com o mesmo significado. 

E por que essa questão está neste artigo?


Essa questão de saudade ou saudades, segundo alguns pesquisadores, deve-se ao fato de palavras relacionadas em outros idiomas não “aceitarem” o plural.

Veja os “por quês” das duas formas (saudade ou saudades) não possuírem um veredicto do certo e errado, sendo aceitas no singular e/ou plural.

Quando usar saudade ou saudades?


As controvérsias com relação à pluralidade de saudade transcendemo“popular” e acometem os próprios linguistas que não chegam a um consenso sobre o uso correto desse sentimento.

E, por falar em sentimento, esse é o ponto crucial e o que acaba causando opiniões contrárias. 

Por serem considerados substantivos abstratos (são “seres” que não existem por si só, isto é, dependem de outro ser para que possam existir ou se manifestar), os sentimentos não podem ser enumerados, isto é, não podem ser mensurados e, consequentemente, não aceitam plural.


Saudade ou saudades


Entretanto, você já deve ter lido, ouvido ou falado outros sentimentos no plural e nem cogita o erro, como: ciúmes, alegrias e felicidades. 

Por isso, estudiosos que dizem não existir “saudades” usam essa linha de pensamento. 

Se é sentimento, é abstrato.

Se é abstrato, não pode ser enumerado.

Porém, aproveitando esse pensamento, há linguistas que afirmam existir o plural ou seja, “saudades”.

Esses que defendem a pluralidade partem do princípio de que é possível ter mais de uma saudade de uma mesma pessoa, lugar ou algo.

Sendo assim, uma pessoa pode sentir saudades, já que são diversas as fontes de tal sentimento.

Na mesma linha da abstração, quando você deseja felicidades à uma pessoa, na verdade, você está desejando votos de felicidade, o que acaba se tornando uma expansão semântica, condição em que o núcleo tem sentido alterado.

Falando em votos, são eles que também “autorizam” o plural de parabém(raríssimo singular de “parabéns”) e pêsame.

Por isso, saudades também é aceito e difundido.

No fim de tudo o que foi dito neste artigo, uma coisa fica clara: não existe o certo ou o errado. 

Exemplo do uso de saudade e saudades


Veja algumas frases em que aplicar saudade ou saudades não interfere no sentido da oração:

Minha saudade é infinita.

Minhas saudades são infinitas.

Tenho saudade da minha amiga

Tenho saudades da minha amiga.

Saudade me resume.

Saudades me resumem.
Share on Google Plus

About Madson

Blog destinado para todos que querem aprender de forma fácil e prática a nossa tão amada e odiada língua portuguesa. Aqui você tira suas principais dúvidas ortograficas.

0 comentários:

Postar um comentário

- Os comentários deste blog são todos moderados;
- Escreva apenas o que for referente ao tema;
- Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
- Identifique-se.