Sujeito Inexistente - Saiba o que é

O sujeito inexistente ou uma oração sem sujeito acontece quando usamos verbos que não representam uma ação. Geralmente expressam tempo ou um fenômeno da natureza. Não há ninguém praticando a ação.

Vamos dar vários exemplos para que fique bem claro quando uma oração tem um sujeito inexistente e também diferenciar de uma oração que tem sujeito indeterminado. Neste caso você não consegue identificar o sujeito, mas sabe que ele existe e praticou a ação.

Também conhecido como oração sem sujeito o sujeito inexistente geralmente expressa um fenômeno da natureza


Sujeito Inexistente - Exemplos

Fenômenos da Natureza

"Choveu a tarde toda em Brasília."
"Trovejou muito hoje de manhã."

Verbo haver (sentido ocorrer, acontecer)

"Houve tumulto na saída do estádio."
"Há bandidos na região."

Verbo fazer indicando tempo ou clima

"Faz tempo que não lhe vejo!
"Faz um calor infernal no Rio de Janeiro."

Outros tipos de Sujeito

Sujeito Simples

É quando a oração possui apenas um núcleo do sujeito que pode ser um substantivo ou um pronome.
"O gato pulou no jardim" (Sujeito Simples = gato).
"Ela chegou atrasada" (Sujeito Simples = Ela).

Sujeito Composto

É quando a oração possui dois ou mais núcleos do sujeito.
"Maria e Joana dançaram no baile" (Sujeito Composto = Maria e Joana).
"Ele e ela entraram na casa" (Sujeito Composto = Ele e Ela).

Sujeito Oculto

Ocorre quando não está presente na oração, mas pode ser facilmente identificado no contexto.
"Quero tomar banho" (Sujeito Oculto = Eu).
"Chegaremos em casa depois das 21 horas" (Sujeito Oculto = Nós).

Sujeito Indeterminado

Ocorre quando o sujeito não pode ser identificado nem no contexto e nem na ação, porém sabemos que ele existe. Apenas não podemos identificar.

👉Saiba mais sobre Sujeito Indeterminado 

"Procuraram o cão perdido em todo o bairro" (Sujeito Indeterminado = Eles).
"Precisa-se de vendedor" (Sujeito Indeterminado = Alguém que precisa).

É bastante interessante conhecer os tipo de sujeito e hoje, especialmente o sujeito inexistente. Uma dica para você lembrar quando um sujeito é inexistente é que não há ninguém realizando a ação.

Gostou dessa aula de hoje? Se tiver dúvidas deixe um comentário! Até a próxima!

Share on Google Plus

About Admin

Blog destinado para todos que querem aprender de forma fácil e prática a nossa tão amada e odiada língua portuguesa. Aqui você tira suas principais dúvidas ortograficas.

0 comentários:

Postar um comentário

- Os comentários deste blog são todos moderados;
- Escreva apenas o que for referente ao tema;
- Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
- Identifique-se.