10 erros de ortografia que todo mundo já cometeu

10 erros comuns que todo mundo já cometeu

Não canso de dizer que o português é uma língua muito complexa, cheia de peculiaridade.

Há muitas palavras com a mesma grafia ou parecidas e com sentidos diferentes. Quem pode gravar todas as regas? Acabamos por isto cometendo vários erros.
Então, segue aqui uma pequena lista de 10 erros comuns que todo mundo já cometeu e se não parabéns!

10 erros de ortografia que todo mundo já cometeu 


 1 - "Mal cheiro", "mau - humorado". Mal e mau são exemplos de palavras que são normalmente confundidas. Na hora de emprega-las é só ter em mente a regra: Mal (mal com L) opõe - se a bem e mau (com U), a bom. Assim: mau cheiro (bom cheiro), mal - humorado (bem - humorado). Igualmente: mau humor (bom humor), mal-intencionado (bem intencionado), mau jeito (bom jeito), mal-estar (bem-estar)

2 - "Fazem" cinco anos. Fazer, quando exprime tempo, é impessoal, portanto inflexível: Faz cinco anos. / Fazia dois séculos. / Fez 15 dias.

3- Para "mim" fazer. Mim não faz, porque não pode ser sujeito. Assim: Para eu fazer, para eu dizer, para eu trazer.

4 - "Há" dez anos "atrás". Há e atrás indicam passado na frase. Use apenas há dez anos ou dez anos atrás.

5 - "Entrar dentro" é redundante. O certo: entrar em. Veja outras redundâncias: Sair fora ou para fora, elo de ligação, monopólio exclusivo, já não há mais, ganhar grátis, viúva do falecido.

6-"Porque" você foi? Sempre que estiver clara ou implícita a palavra razão, use por que separado: Por que (razão) você foi? / Não sei por que (razão) ele faltou. / Explique por que razão você se atrasou. Porque junto é usado nas respostas: Ele se atrasou porque o trânsito estava congestionado.

7 -"Aluga - se" casas. O verbo concorda com o sujeito: Alugam - se casas. / Fazem - se consertos. / É assim que se evitam acidentes. / Compram - se terrenos. / Procuram - se empregados.

8 - Chegou "em" São Paulo. Verbos de movimento exigem a preposição a/ao, e não em: Chegou a São Paulo. / Vai amanhã ao cinema. / Levou os filhos ao circo.

9 - Não sabiam "aonde" ele estava. O certo: Não sabiam onde ele estava. Aonde se usa com verbos de movimento, apenas: Não sei aonde ele quer chegar. / Aonde vamos?

10 - Não há regra sem "excessão". O certo é exceção. Veja outras grafias erradas e, entre parênteses, a forma correta: "paralizar" (paralisar), "beneficiente" (beneficente), "xuxu" (chuchu), "previlégio" (privilégio), "vultuoso" (vultoso), "cincoenta" (cinqüenta), "zuar" (zoar), "frustado" (frustrado), "calcáreo" (calcário), "advinhar" (adivinhar), "benvindo" (bem - vindo), "ascenção" (ascensão), "pixar" (pichar), "impecilho" (empecilho), "envólucro" (invólucro).

E aí será que já cometeu algum destes erros?
Para você qual o mais comum?

Share on Google Plus

About Admin

Blog destinado para todos que querem aprender de forma fácil e prática a nossa tão amada e odiada língua portuguesa. Aqui você tira suas principais dúvidas ortograficas.

6 comentários:

  1. As casas não se alugam, arrendam-se! Exemplo mal escolhido.

    ResponderExcluir
  2. eu tenho muitos erros vou começar a pesquisar varias aula pela internete essa aula min ajudou muito !!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não te ajudou tanto assim...

      Excluir
    2. Concordo! ......essa aula ME ajudou muito. Além disso, MIM não conjuga verbo.

      Excluir
  3. Muito comuns estes erros ..

    ResponderExcluir
  4. Hehehehe... Interessante. E com uma forma bem simples de explicar ;)

    ResponderExcluir

- Os comentários deste blog são todos moderados;
- Escreva apenas o que for referente ao tema;
- Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
- Identifique-se.